Batismo

Batismo

O Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, a porta da vida no Espírito e a porta que abre aos demais sacramentos. Pelo Batismo somos libertados do pecado e regenerados como filhos de Deus, tornamo-nos membros de Cristo, somos incorporados à Igreja e feitos participantes de sua missão.

A palavra batismo vem da palavra grega βαπτιξηιν (baptízein) que significa mergulhar, imergir; o mergulho na água simboliza o sepultamento do catecúmeno na morte de Cristo, da qual com ele ressuscita como nova criatura (2Cor 5,17; Gl 6,15).

O Batismo é, antes de mais nada, ato de Cristo que desdobra o mistério de sua páscoa no tempo da Igreja. Como os demais sacramentos, essa ação se realiza pela mediação da Igreja, sacramentum Christi. Nesse sentido, o Batismo é ao mesmo tempo ato de Cristo e da Igreja. Aquele que deve ser Batizado é convidado a entrar na Igreja. Com efeito o Batismo constitui o ingresso no corpo de Cristo, que é a comunidade eclesial, e é o momento em que o homem não apenas se torna cristão, mas também “pedra viva” para a construção do templo de Deus. No Batismo, a Igreja vive o mistério de sua maternidade universal: gera novos filhos e constrói-se a si mesma. A Igreja ao mesmo tempo, gera e é gerada: gera novos filhos através do Batismo e, por seu turno, é gerada pela incorporação de novos membros renascidos no Batismo.